• Eduardo Sato

Descoberta dos Gamma-Ray Bursts


Representação artística de um Gamma-Ray Burst. Créditos: NASA, ESA and M. Kornmesser

Gamma-ray bursts (GRB) são intensas explosões observadas em galáxias distantes, são os eventos mais brilhantes e energéticos eventos detectados no universo. Um GRB típico emite em alguns segundos toda a energia que o Sol produzirá em toda a sua vida. Mas sabia que a descoberta destes eventos foi um acidente devido a guerra fria? Conheça um pouco da história dos GRB!


Durante a guerra fria, período que sucedeu a segunda guerra mundial, houve um grande aumento nas pesquisas com armas nucleares. Isto causou preocupação na população com os detritos radioativos dos testes destas armas que poderiam causar problemas de saúde. Esta preocupação só aumentou depois do teste de Castle Bravo realizado pelos Estados Unidos.


Este teste nuclear foi o pior evento radioativo na história dos EUA, uma bomba de 15 megatoneladas de TNT e espalhou partículas radioativas em uma área de 11.000 quilômetros quadrados, atingindo áreas habilitadas e também a tripulação do barco de pesca japonês Daigo Fukuryū Maru, causando diversos problemas de saúde.


Deste clima, surgiu o tratado de interdição parcial de ensaios nucleares, que proibia teste em solo, mar e espaço. Mesmo com o acordo, os EUA desconfiados que a URSS continuaria os testes no espaço, lançou os satélites Vela, para procurar sinais de raios gama liberados nas explosões.


Em 1967, os satélites Vela 3 e Vela 4 detectaram sinais que não correspondiam com a assinatura de nenhuma arma nuclear conhecida. A primeira hipótese foi que estes sinais vieram de supernovas ou erupções solares, mas nenhum destes eventos havia sido detectado neste dia. Satélites com instrumentos mais precisos foram lançados para procurar mais Gamma Ray Bursts e suas origens. Outros eventos foram detectados, mas ficou claro que estes eventos tinham distribuição aleatória no céu e não vinham de nenhum corpo do sistema solar.


Hoje acredita-se que os GRBs são gerados por supernovas, que em emitem um feixe bastante luminoso de raios gama, sendo a maioria gerada fora da via láctea. Em teoria, um GRB dentro da via láctea apontando para a Terra, causaria uma extinção em massa.


Gamma-Ray Bursts são ainda objeto de pesquisa dos astrônomos, com instrumentos bastante precisos detectando estes eventos como o Fermi Gamma-Ray Space Telescope, e estes dados podem levar a grandes avanços no entendimento do universo.


Referências e Saiba Mais

[1] Gamma-Ray Bursts: Crash Course Astronomy #40. Youtube, Canal Crash Course.


[2] History of gamma-ray burst research. Wikipedia


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo