• Eduardo Sato

O que é entropia?


Entropia é algo bastante diferente. Em poucas palavras, ela mede a “desorganização” dos sistemas físicos e é importante pois define quais processos são irreversíveis, nos dando a noção de passagem do tempo.


Considere os grãos de areia de uma praia. Imagine de quantas formas diferentes podemos organizá-los sem violar as leis da Física. Cada uma dessas configurações é conhecida como “microestado”, porém, perceba que muitas destas maneiras de organizar os grãos resultam em sistemas macroscopicamente iguais, pois não conseguimos diferenciar os grãos de areia.


Trocar a posição de dois grãos de areia em uma praia resulta na prática em manter a praia igual. E isto é fundamental, pois se considerarmos que todos os microestados têm a mesma probabilidade de ocorrer, estados macroscópicos que possuam muitos microestados equivalentes são mais prováveis.


A grandeza que mede a quantidade de microestados possíveis para uma determinada condição do sistema é a entropia. Desta definição já esperamos que os sistemas tendam a evoluir para estados com entropia alta, pois são mais prováveis. Porém, a Física diz mais que isso: a segunda lei da termodinâmica afirma que a entropia do sistema nunca pode diminuir!


Isto define dois tipos de processos: os reversíveis, que mantêm a entropia constante; e os irreversíveis, que aumentam a entropia. Isto acontece pois se um corpo vai de um estado A, para um estado B e a entropia não muda, então ele pode voltar pelos mesmos passos para o estado A. Porém, caso esse processo aumente a entropia, a segunda lei da termodinâmica proíbe o processo reverso e assim ele é irreversível.


Você pode pensar em um ovo sendo quebrado. Não esperamos que o ovo quebrado volte ao estado anterior, reconstruindo sua casca, este processo é irreversível. Estes processos são bastante interessantes pois eles nos dão a noção de tempo passando, já que um processo reverso é proibido, sabemos que uma xícara quebrando ao cair no chão está no sentido usual do tempo e cacos se tornando uma xícara deve ser um filme rodando ao contrário.


Porém quando o sistema chega ao estado de entropia máxima, ele entra no chamado equilíbrio térmico. Isto acontecerá inclusive para o universo como um todo, que segundo a teoria atual chegará na morte térmica, onde a matéria se concentra em materiais bastante entrópicos como buracos negros, que em um tempo infinitamente longo evaporarão, dando fim aos processos irreversíveis como um todo.


70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo