Buscar
  • Eduardo Sato

Água na região clara da Lua


Na figura temos destacada a cratera lunar Clavius com uma ilustração mostrando a água aprisionada no seu solo lunar junto com uma imagem do avião que carrega o telescópio SOFIA que possibilitou esta descoberta. Créditos: NASA/Daniel Rutter

O experimento SOFIA (Stratospheric Observatory For Infrared Astronomy, ou em português, Observatório estratosférico para astronomia infravermelha) da NASA confirmou a presença de água em uma região iluminada pelo Sol pela primeira vez. O achado foi reportado no dia 26 de Outubro na revista Nature Astronomy.


Água na Lua não é uma novidade. Já havíamos detectado água em regiões que são encobertas por sombra na forma de gelo, porém está é a primeira detecção em uma região iluminada pelo Sol. A quantidade de água medida é modesta, algo entre 100 e 412 partes por milhão, isto é, cerca de uma lata de refrigerante cheia de água para cada caixa d'água de volume de solo. Esta quantidade de água é aproximadamente 100 vezes menor que a encontrada no deserto do Saara.


Segundo Honniball, um dos pesquisadores envolvidos na descoberta, “Sem uma espessa atmosfera, a água na superfície lunar iluminada deveria ser perdida para o espaço. Porém, de alguma forma, estamos vendo-a. Algo está gerando a água e algo deve estar aprisionando-a lá”. Algo que torna a descoberta bastante interessante e levará a novas pesquisas sobre o solo lunar.


Como explica o astrônomo Thiago Gonçalves da UFRJ, a radiação infravermelha é em grande parte barrada pela atmosfera. Para contornar este problema, o telescópio SOFIA foi montado em um avião que voa periodicamente a uma altura de mais de 10km para permitir as observações.


É interessante notar que mesmo um experimento voltado para a observação da Lua gerou desenvolvimentos em engenharia, pois não é nada fácil estabilizar um telescópio dentro de um Boeing em movimento! Sendo uma solução mais barata em relação a mandar satélites para órbita terrestre.


A comunidade científica recebeu com ânimo a nova descoberta e espera poder explorar mais o mecanismo que torna possível este aprisionamento de água em uma região iluminada pelo Sol do solo lunar.


Referências e saiba mais:


[1] NASA’s SOFIA Discovers Water on Sunlit Surface of Moon. Release oficial no site da NASA


[2] Como é o telescópio montado em avião que ajudou a descobrir água na Lua. Coluna Espaço-tempo, Tilt/UOL.


  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter

© 2020 Instituto  Principia

Rua Pamplona 145, Bela Vista, 01405-900

São Paulo - SP.