14º Edição - Encorajando Meninas Para a Ciência

Nas últimas décadas, o pequeno número de estudantes de Ciências Exatas e de Engenharia do sexo feminino, bem como de cientistas e engenheiras atuantes no mercado de trabalho tem sido motivo de debate entre os pesquisadores que se dedicam às questões de gênero e à importância da participação feminina em Ciência e Tecnologia (C&T). No Brasil, o processo de inserção das mulheres nas carreiras científicas e tecnológicas ocorreu nas mesmas proporções que em outros países do mundo, entretanto, durante boa parte do século XX ainda havia um grande preconceito relacionado às mulheres estarem aptas ou, até mesmo, capacitadas intelectualmente para seguirem nessas carreiras. Estimular a formação de mulheres para as carreiras de C&T no Brasil, despertando o interesse vocacional de meninas é importantíssimo.
Nesse contexto, programas de incentivo e valorização da participação feminina na área de C&T apresentam-se como uma solução através da qual esse cenário tem possibilidades de serrevertido.

-Valquíria Villas Boas

Professora Valquíria Villas Boas

Possui bacharelado em Física pela Universidade de São Paulo (1985), mestrado em Física da Matéria Condensada pela Universidade de São Paulo (1988) e doutorado em Ciências pela Universidade de São Paulo (1992). Fez seu pós-doutorado no Laboratoire de Magnétisme Louis Néel do CNRS (Grenoble-França). Foi professora do Instituto de Física da USP entre 1995 e 2003. Foi professora convidada da University of San Diego (San Diego-California-EUA) de 2001 a 2002, e professora adjunta do Evergreen Valley College (San Jose-California-EUA) de 2002 a 2003 onde trabalhou principalmente na área de Ensino de Física. Desde 2003 é professora do da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Tem sua formação principal na área de Física da Matéria Condensada, com ênfase em Materiais Magnéticos. Atualmente tem trabalhado nas áreas de Aprendizagem Ativa para o Ensino de Física e de Engenharia, de Formação Profissional de Professores de Engenharia e de Formação Continuada de Professores de Ciências e Matemática. Foi coordenadora dos projetos UCS-PROMOVE: Engenheiro do Futuro e UCS-PROMOPETRO: Novos Desafios para o Engenheiro do Futuro e do Encorajando Meninas em Ciência e Tecnologia do Programa ENGFUT-UCS. É professora do Programa de Pós Graduação em Ensino em Ciências e Matemática e do Núcleo de Formação para Professores da UCS. É chairperson do Steering Committee do grupo Active Learning in Engineering Education (ALE). É membro do Consultative Committee for the Aalborg Centre for PBL in Engineering Science and Sustainability, do Editorial Board do European Journal of Engineering Education e do Governing Board da Research in Engineering Education Network. É coordenadora do Grupo de Trabalho em Aprendizagem Ativa na Educação em Engenharia da Associação Brasileira de Educação em Engenharia. No momento, está desenvolvendo um estágio pós-doutoral em Educação em Engenharia na Universidade do Minho, Portugal.

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter

© 2020 Instituto  Principia

Rua Pamplona 145, Bela Vista, 01405-900

São Paulo - SP.